top of page

O lado obscuro de um anestesista estuprador


O caso do anestesista que estupra suas pacientes durante o parto chocou o país.

O caso é passível de diversas abordagens e como gosto sempre de examinar qualquer situação "fora da bolha", permito-me trazer uma variação.

Psicopatas, narcisistas, sádicos, predadores sexuais em série, quando inteligentes, costumam buscar por posições de Poder onde possam dar vazão aos seus instintos mais repugnantes e primitivos.

Com mais de 30 anos de experiência forense, conheci vários. Em contato com muitas autoridades, pude perceber que, algumas, tinham verdadeiro prazer no sofrimento alheio e parecem que encontravam prazer na degradação humana.

Esses sociopatas estão por aí, fingindo que estão cumprindo suas missões profissionais, quando, em verdade, escolheram suas carreiras simplesmente porque podem, através delas, impingir sofrimento ou obter prazer das formas mais inconcebíveis.

Quando algo terrível acontece, temos a execração pública e a busca por responsáveis.

Mas será que só podemos reagir a tudo isso? Não podemos prevenir?

A psicanálise não devia ser uma rotina na vida dos que estão no Poder?

Identificar esses indíviduos previamente ou precocemente devia ser uma política pública, porque muitos aposentaram e levaram em suas memórias os momentos de dor e abuso cometidos contra suas pobres vítimas.

Será que estamos anestesiados e não percebemos como isso é importante?

42 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page